Recuperação de virabrequins com metalização Arc Spray

O processo Arc Spray não é apenas muito versátil, como também bastante econômico. Atualmente está sendo muito utilizado na recuperação de virabrequins de automóveis. Devido principalmente ao seu baixo custo operacional. Ademais as altas taxas de pulverização que podem ser aplicadas. Obtendo por conseguinte, reduções importantes ​​nos custos de reposição. Com economias que vão de 50 % até 90 %.

Finalidade da recuperação de virabrequins

  • A princípio, acertar erros de usinagem;
  • Além disso, reutilizar peças obsoletas;
  • Do mesmo modo, restaurar peças desgastadas.

Procedimento de recuperação com Arc Spray

Inspeção visual nas peças

  • Em primeiro lugar, para verificar a existência de trincas;
  • Em segundo lugar, dimensionar o desgaste;
  • Ademais, analisar a distorção longitudinal.

Os virabrequins com rachaduras, deformações e ademais desgastes excessivos, não são recomendados para recuperar. Por outro lado; todos os vestígios de nitretação deverão ser removidos com uma pre usinagem.

Eliminação de contaminantes

  • Desengordurar com solventes adequados.
  • Da mesma forma, remover com escovação possíveis vestígios de partículas metálicas;
  • Ademais, evitar o contato com óleos, graxas e mãos.

Arames utilizados

Arame Arc Spray para base de aderência

A princípio; aplicar o arame de base. Com a finalidade de fazer uma camada de ligação entre o substrato e o revestimento. Durante a pulverização com este produto se produz uma reação química entre o Ni e Al; que emite calor. De tal forma que as partículas projetadas aumentam a temperatura. Dessa maneira, se aderem ao substrato como pequenos pontos de solda.

Composição Química (%)

Ni = 93,0 % min.
Al = 4,0 % – 5,5 %
Outros = 1,7 % max.

Arame Arc Spray para o depósito principal

Arame inox martensítico duro AISI 420. Fornece um revestimento rígido e ademais de baixa contração. Apresentando excelente resistência ao atrito metálico e à corrosão.

Composição Química (%)

C = 0,25 % – 0,40 %
Si = 0,5 % max.
Mn = 0,6 % max
Cr = 12,0 % – 14,0 %
Ni = 0,6 % max.
Mo = 0,75 % max.
P = 0,04 % max
S = 0,03 % max.
Fe = Resto

Controle dimensional

  • Dimensões finais das peças;
  • Existência de defeitos;
  • Vestígios de abrasivos e / ou partículas soltas

Polimento

  • Colocar o virabrequim em um torno, girando na mesma direção de funcionamento no motor
  • Lixar até obter um acabamento brilhante.

Limpeza final

  • Remover restos de contaminantes;
  • Verificar se todas as passagens de óleo estão desobstruídas;
  • Lavar com álcool;
  • Secar todas as superfícies do mancal. Empregando panos limpos e descartáveis ​​ou da mesma forma, toalhas de papel;
  • Envolver a peça com folha de polietileno limpa.