O melhor eletrodo de tungstênio para solda TIG

eletrodo de tungstênio para TIG

Eletrodo de tungstênio

 

O eletrodo de tungstênio é feito a base de tungstênio puro ou com óxidos de tório, lantânio, cério e zircônio. Sendo de característica não consumível, serve principalmente como um terminal físico para estabelecer a descarga elétrica nos processos TIG e Plasma. O tungstênio é um metal de alto ponto de fusão, utilizado frequentemente na elaboração de ligas metálicas.  São empregadas em várias aplicações para fabricações industriais e ademais militares. Durante a produção dos eletrodos, são adicionados os óxidos anteriormente mencionados para melhorar o seu comportamento no arco elétrico. Os principais benefícios são:

 

•  Principalmente facilitam a abertura do arco.
•  Ademais melhoram a sua estabilidade.
•  Aumentam a capacidade de condução de corrente.
•  Frequentemente reduzem os riscos de contaminações nas soldagens.
•  Primordialmente aumentam a vida útil do eletrodo.

 

Na atualidade dispomos no Brasil diversos tipos destes produtos, conforme detalhado na tabela abaixo:

 

 

Perigos para a saúde

 

 

O tório é levemente radioativo e pode ser potencialmente perigoso para a saúde dos soldadores e provavelmente para o meio ambiente. O risco ocorre na ingestão de partículas radioativas desprendidas do eletrodo com tório, devido ao preparo das pontas. Ademais, em menor escala, na respiração de fumaças liberadas durante a operação de soldagem.

 

Conclusão

 

Uma definição correta dos eletrodos, com as suas vantagens e desvantagens relativas, frequentemente ajudará a melhorar as condições de fabricação. Principalmente evitará contaminações indesejadas nas soldas, com seu consequente retrabalho, e ademais produzirá cordões com qualidade superior.  Aconselhamos não utilizar eletrodos com tório, procurando simultaneamente outras alternativas. Se não for possível, sugerimos tomar  precauções para proteger os soldadores, usando uma ventilação local e equipamentos de proteção respiratória. Particularmente os eletrodos de tungstênio com lantânio representam uma boa opção.  Trabalham com corrente contínua em aços, ligas de níquel e de titânio. E com corrente alternada em todas as ligas de alumínio e magnésio. Consequentemente estes produtos são uma solução completa, e certamente podem substituir no estoque os demais tipos de eletrodos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *